LAMINA SUMAUMA - NATURAL
Ref.: 2170


Por apenas

R$ 27,71 à vista - 8%

 


Compra 100% segura


Descrição completa

Nome científico: Ceiba pentandra (L.) Gaertn., Bombacaceae.

Outros nomes populares: ceiba, paineira, samaúma, samaúma-barriguda, samaúma-cabeluda, samaúma-lisa, sumaúma-branca, sumaúma-da-várzea, sumaúma-rosada.

Nomes internacionais: ceiba (BSI,1991) (Espanha; Estados Unidos; Grã Bretanha), fromager (Guiana Francesa), fuma (Alemanha; Congo; Holanda), kankantri (Suriname), kapokier (Guiana Francesa), mapou (Haiti; Guadalupe).

Ocorrência: 
 Brasil: Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará.
 Outros países: África, América Central, Colômbia, Equador, Estados Unidos, Guiana Francesa, Suriname, Venezuela.

Características sensoriais: cerne e alburno indistintos pela cor, cerne castanho-claro-rosado; cheiro (alguns espécimes podem apresentar forte odor desagradável) e gosto imperceptíveis; densidade leve; grã direita a irregular; textura grossa.

Descrição anatômica macroscópica: 
 Parênquima axial: visível só sob lente; difuso em agregados e, às vezes, em finas faixas marginais. 
 Raios: os mais largos, visíveis a olho nu no topo e na face tangencial. 
 Vasos: visíveis a olho nu; porosidade difusa, pouco numerosos, médios a grandes, solitários na maioria; obstruídos por tilos. 
 Camadas de crescimento: quando presentes, demarcadas por finas faixas do parênquima marginal.

Fonte: (IPT,1983

Durabilidade natural: A madeira de sumaúma em ensaios de laboratório demonstrou ser de baixa resistência natural ao ataque de organismos xilófagos.  (IPT,1989a

Trabalhabilidade: A madeira de sumaúma é considerada de fácil trabalhabilidade, apresenta bom acabamento e colagem fácil. (IPT,1989b